Sobre o Autor

Apaixonado pela área contábil! - Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade de Passo Fundo - RS - Especialista em Engenharia de Produção Universidade de Passo Fundo -RS - Mestre em Ciências Contábeis pela Unisinos - RS - Professor de Contabilidade da Universidade de Passo Fundo - Instrutor de cursos da LEFISC - Autor de livros de Contabilidade para EAD. Dúvidas, me enviem um e-mail: rafael@egmconsultoriacontabil.com.br

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Contabilidade Gerencial

     Olá!
      Me perguntam porque no Brasil a Contabilidade Gerencial não consegue sair de um nível considerado MÍNIMO... eu até diria que se fosse classificar o estágio atual, seria embrionário.
      Ora, o que há de errado com a parte gerencial da contabilidade que não ocorre com a fiscal? A resposta é deveras simples, a contabilidade fiscal é obrigação das empresas, e é nesta parte que vou ater. O contador destina tanto tempo para fechar SPED Fiscal, SPED Contribuições, DACON (agora não mais), DCTF, SEFIP, CAGED, FUNRURAL, SPED Contábil, FCONT, DIRF, DIPJ, RAIS, LALUR, GIA, fechamento de trimestre...  que não sobra quase nada no intuito de desenvolver estudos para auxiliar a empresa gerencialmente.
      A culpa então estaria na estrutura do estado que engessa os nossos contadores? em partes sim, mas em partes esta estrutura serve mais de desculpa para o que não esta sendo feito... 
      Muitos profissionais, até preferem não ter que entrar neste campo "perigoso" da contabilidade, é mais conveniente ficar apurando impostos, do que desenvolver algo mais elaborado.
      Quem conhece os dos "lados" da contabilidade, percebe que a contabilidade gerencial é de infinitas possibilidades de crescimento, tanto para as empresas quanto para os profissionais de contabilidade.
       Certa oportunidade um consultor me confidenciou que um profissional com conhecimentos sólidos em custos é "mosca branca" no mercado. Que bom que o mercado esta assim, porque quem quer se dedicar neste pequeno segmento da Contabilidade Gerencial terá o sucesso garantido.
         Imaginem se vocês... profissionais de contabilidade conseguirem, além do trivial, desenvolverem atividades de custos, avaliação de investimentos, controle de ativos, finanças, analise de indicadores... saber por exemplo em quanto esta avaliada a empresa... saber implantar o PE, ou até mesmo o orçamento.... DFCp...
          Pensem nisto...
 
         Abraço
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
            

Nenhum comentário:

Postar um comentário